Ansiedade e depressão O que a Bíblia diz sobre isso?

Ansiedade e depressão O que a Bíblia diz sobre isso?

Ansiedade e depressão em crentes

A ansiedade e a depressão nos crentes é algo que raramente se fala, porque até certo ponto é desaprovado como um sinal de fraqueza espiritual e falta de fé para muitos. Pois, como esses transtornos estão associados à angústia e ao medo, assume-se erroneamente que uma pessoa que acredita em Deus e tem uma fé robusta não deve se angustiar, muito menos temer.

A verdade é que o Bíblia tem muitos exemplos de grandes pessoas e heróis da fé que lutaram com essas condições, como Moisés, Elias, Gideão, o rei Davi, os apóstolos de Jesus Cristo e muitos mais. O que nos ensina que ser forte espiritualmente ou ter uma fé robusta não nos torna imunes às provações e tribulações que a ansiedade e a depressão trazem para nossas vidas.

Como humanos, vamos claramente sofrer de inquietação ou preocupação com o futuro ou eventos além do nosso controle, e também teremos períodos de tristeza ou desesperança que afetarão nossa capacidade de funcionar normalmente. A boa notícia é que a Bíblia também nos ensina que, embora seja verdade que podemos sofrer com essas condições, elas também podem ser vencidas.

Faremos uma breve retrospectiva da vida do rei Davi, que apesar de ser reverenciado como um dos grandes da Bíblia, é um claro exemplo de ser humano de caráter fraco, longânimo e conturbado, com muitos problemas pessoais e familiares problemas, o que sofreu muito com ansiedade e depressão em sua vida. Veremos seus conflitos emocionais, medos e ansiedades escritos por sua própria mão e também veremos como seu relacionamento com Deus e sua fé lhe deram a vitória sobre seus problemas no final.

A dura vida do rei Davi.

O rei Davi foi uma das figuras mais célebres da história de Israel, reverenciado por sua coragem, sabedoria e liderança. Ele nasceu em Belém por volta de 1000 AC e foi ungido Rei de Israel pelo profeta Samuel. Davi foi um poderoso guerreiro e levou os israelitas a muitas vitórias contra seus inimigos, inclusive os filisteus. Ele também é conhecido por seus talentos musicais e é creditado por compor muitos Salmos (canções poéticas e proféticas) na Bíblia.

Apesar de suas realizações, David também teve vários fracassos e momentos de desespero. Ele era um ser humano com muitas falhas morais e pessoais. Ele cometeu adultério com Bate-Seba, esposa de um de seus soldados, e providenciou para que o marido dela fosse morto em batalha. Seu filho, Absalão, também se rebelou contra ele e tentou derrubá-lo como rei.

Esses acontecimentos, entre muitos outros, causaram grande angústia a Davi e o levaram a buscar perdão e refúgio em Deus. É importante lembrar que, ao final, Davi, apesar de seus altos e baixos como ser humano, é lembrado como o grande rei de Israel da antiguidade e como um campeão da fé, que em seus momentos mais sombrios não cedeu às suas sofrimentos. , mas colocou sua confiança em Deus.

Momentos da angústia do rei Davi

O rei Davi não era imune à ansiedade e à depressão. Ao longo dos Salmos que ele escreveu, vemos Davi expressando seus medos, dúvidas e preocupações.

Houve muitos momentos na vida do rei Davi, onde apesar de sua fé em Deus, ele teve sentimentos de dúvida e desespero e até se sentiu abandonado. No Salmo 22, Davi escreve clamando a Deus: “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que você está tão longe da minha salvação e das palavras do meu clamor? E continua dizendo: “Fui derramado como água; deslocados estão todos os meus ossos. O meu coração tornou-se como cera e derrete-se nas minhas entranhas". (Salmo 22:14). Palavras que revelam a profundidade da angústia e a intensidade do sofrimento que acontecia naqueles momentos.

A vida do rei Davi não foi isenta de pecados, tragédias e erros pessoais que lhe trouxeram muito sofrimento, a ponto de a culpa e a vergonha gerarem muita ansiedade e depressão. No Salmo 38, ele escreve: “Não há nada saudável em meu corpo; por causa do meu pecado, meus ossos não encontram descanso. Minha maldade me oprime, eles são um fardo muito pesado." (Salmo 38:3-4). E continua dizendo: “Estou fraco e completamente esmagado; Sofro com angústia de coração” (Salmos 38:8).

restauração de Davi

Os escritos de Davi, sendo um reflexo do estado de espírito e espiritualidade por que passava naquela época, mostram-nos o que mudou completamente a sua vida depois de se ver abatido e envergonhado dos seus pecados e sentir-se abandonado pelo próprio Deus. Davi cai em si e reconhece que a raiz de seu problema era não reconhecer seus pecados e fraquezas humanas.

No Salmo 32:3-4, Davi escreve: “Enquanto eu estava calado, meus ossos envelheceram em meu gemido o dia todo. Pois dia e noite a tua mão pesava sobre mim; Minha verdura tornou-se na secura do verão. Meu pecado para você e não encobriu minha iniquidade. Eu disse: confessarei meus pecados ao Senhor; E você perdoou a maldade do meu pecado.”

Então, no Salmo 51, ele escreve: “Tem misericórdia de mim, Deus, segundo a tua misericórdia; de acordo com a multidão de tuas misericórdias, apaga minhas rebeliões. Lava-me cada vez mais da minha maldade e purifica-me do meu pecado!, porque reconheço as minhas rebeliões, e o meu pecado está sempre diante de mim. Contra ti, contra ti somente pequei; Eu fiz o mal diante de seus olhos",

Finalmente, no Salmo 51:10, Davi pede a Deus o seguinte: “Cria em mim um coração puro, ó Deus, e renova dentro de mim um espírito reto!”

Essa reviravolta retumbante em sua vida e abordagem de Deus fez com que esse homem desanimado, que sentia que todo o seu mundo estava desmoronando, saísse de sua ansiedade e depressão e se tornasse o campeão da fé de que todos se lembram até hoje.

Momentos de vitória do rei Davi

Apesar de seus conflitos internos, a Bíblia nos conta que Davi superou sua ansiedade e angústia buscando refúgio e perdão em Deus, que lhe deu conforto e força.

Sabemos disso porque no Salma 34:4Davi diz: "Busquei ao Senhor, e ele me ouviu, e me livrou de todos os meus temores."

Então, no Salmo 27, Davi escreve: “O Senhor é minha luz e minha salvação; de quem temerei? O Senhor é a força da minha vida; De quem terei medo?”. Aqui vemos Davi proclamando sua fé no poder e proteção de Deus; proteção que antes ele duvidava por causa de seu sentimento de culpa e pecado. Então ele diz: “Ainda que um exército acampe contra mim, ou meu coração temerá; Mesmo que a guerra se levante contra mim, estarei confiante. (Salmo 27:4).

Vemos um Davi completamente diferente e renovado em sua fé, positivo e confiante de que nada poderá ser contra ele se Deus estiver ao seu lado.

A luta contínua do rei Davi

A fé restaurada de Davi em Deus não significa que suas lutas contra a ansiedade e a depressão desapareceram da noite para o dia. Muitos outros eventos afetaram David negativamente ao longo de sua vida. Davi perdeu um filho recém-nascido, um de seus filhos estuprou a própria irmã, também filha de Davi, e seu filho mais velho tentou derrubá-lo, anos depois. Não podemos nem imaginar o nível de angústia, desespero e ansiedade que esses acontecimentos podem gerar na vida de qualquer pessoa.

No entanto, sua fé lhe deu a força e a esperança de que precisava para perseverar. No Salmo 42, Davi escreve: “Por que estás abatida, ó minha alma? Por que tão perturbado dentro de mim? Põe a tua esperança em Deus, porque ainda o louvarei, meu Salvador e meu Deus” (Salmo 42: 5).

Davi reconhece seus sentimentos de desespero e se encoraja a pedir ajuda a Deus. Então ele diz: “De dia o Senhor dirige seu amor, de noite sua canção está comigo, uma oração ao Deus da minha vida” (Salmo 42:8). As palavras de Davi revelam sua crença de que o amor e a presença de Deus estão sempre com ele, mesmo em meio a suas lutas.

Lições da vida do rei Davi


A difícil jornada de David através da ansiedade e da depressão nos ensina que mesmo as pessoas mais fortes e fiéis podem lutar com problemas emocionais indescritíveis. Também nos mostra o poder da fé em Deus para prover consolo e força em meio ao sofrimento. E a importância de recorrer a Deus em oração e buscar seu consolo e perdão.

A história de David também nos lembra que nossas lutas contra a ansiedade e a depressão não são o fim de nossa história. Embora tenha enfrentado muitos desafios e tragédias ao longo de sua vida, Davi nunca perdeu a fé no plano de Deus para sua vida. Ele continuou a confiar na provisão e proteção de Deus, mesmo quando suas circunstâncias pareciam terríveis. No final, sua fidelidade e obediência a Deus levaram à sua maior conquista: o estabelecimento da dinastia davídica e a linhagem de Jesus Cristo.

Este é um lembrete poderoso de que, mesmo em nossos momentos mais sombrios, podemos recorrer a Deus em busca de consolo e força, aprender com o exemplo de Davi e buscar confiar na fidelidade e provisão de Deus, mesmo em meio a nossas lutas contra a ansiedade e a depressão.

Escrito por:
Picture of Juan Rodríguez

Juan Rodriguez

Juan Rodríguez é um blogueiro cristão dedicado a estudar as Sagradas Escrituras e compartilhar seu conhecimento. Ele é um líder de jovens em sua igreja e tem paixão por ensinar e pregar a Palavra de Deus.

Subscribir
Notificar de
convidado
(Opcional)
0 Comentários
Comentarios en línea
Ver todos los comentarios